quarta-feira, 25 de junho de 2008

Novo

À procura do novo. De novo à procura do não cessante. As velhas cicatrizes se tornaram a melodia do esquecimento, uma das minhas melhores melodias. Deixei tudo o que vivi para trás, cansei dos meus próprios rastros, cansei de olhar para trás e de não ver nada além das emoções parciais e paixões não correspondidas. Tudo banal demais pra esse ser que está se transformando demasiadamente aos poucos. Não aceito mais presentes, cansei. Se eu quiser algum mérito na minha vida, eu mesmo irei buscar pelo que ainda falta. Não quero que alguém tente preencher o que apenas eu sei o que falta para que esteja completo.

Os piores presentes costumam chegar dentro dos melhores - talvez também, nos maiores - embrulhos para esconder o que por dentro, são presentes troianos, cavalos de tróia, e não tenham significado algum. Talvez por isso muitos não consigam ser gratos ao valor sentimental dos detalhes, emoções e sentimentos que vivenciam. Porque quem caminha para encontrar o que tanto almejou, não valoriza o caminho percorrido. Porque quem quer chegar até o topo da montanha não sente a brisa enquanto sobe, não sente o quanto está vivo para chegar até o esperado. As pessoas estão se tornando devaneias e insensíveis demais, estão se tornando fantoches de suas próprias situações e emoções. Provam seus sentimentos para os que não são merecedores de uma só lágrima derramada.


Há tantas pessoas que abaixam a cabeça diante de suas dificuldades e problemas. Há tantos problemas em tantas pessoas. Não acredito que obstáculos venham para quem não os pode vencer. Não é quanto se faz, é como se faz. Eu só quero uma chance, eu farei por mim. O novo não tem que ser primordial nem derradeiro, vou apenas discernir quando souber que está mesmo acontecendo. Quero diferenciar de tudo o que já vivi e senti. Pois o meu cansaço não estava em todo o caminho que percorri até o cume da montanha, mas no tempo que perdi enquanto não caminhei.

5 comentários:

Jon disse...

ah, ótimo texto. :)
já falei que acho esse ome massa? :P
:*

mary ienke disse...

Misterioso, profundo...

Adorei , beijos :D

' arcano disse...

'Há tantas pessoas que abaixam a cabeça diante de suas dificuldades e problemas. Há tantos problemas em tantas pessoas.'

O pior de nossos problemas é que ninguem tem nada a ver com isso...

Sonebald disse...

Mas às vezes criamos por causa de algumas pessoas... vários problemas.
:/

Nilson Vellazquez disse...

"Porque quem quer chegar até o topo da montanha não sente a brisa enquanto sobe, não sente o quanto está vivo para chegar até o esperado."

Inspiradíssimo!