segunda-feira, 21 de julho de 2008

Apenas assim

De frente a mim mesmo. Não posso ver ninguém ao meu redor. Simples... Pois não há. E não há ninguém não porque eu não queira, não porque eu tenha deixado claro o aviso de me deixar a sós com a minha pobre e tão cintilante tribulação cotidiana, mas talvez por eu me esbarrar demasiadamente em desconhecidos e deixar que esses suguem de mim, toda a soturna e agravante forma de vida que eu levo.

Meus pés tocam o chão, de modo que, a cada passo, eu saiba exatamente onde eles ainda vão tocar. Esse é o velho sentido do tato. Essa é a minha primeira sinfonia. Os timbres e os pés tocam a alma, a deixa leve e pura. Imagine o quanto a vida seria um eterno espetáculo se vivêssemos um dia de cada vez. Sem ontem, sem amanhã. Sem nunca, nem sempre... Apenas assim.

São tantas as coisas que eu gostaria de dizer para algumas pessoas. Não as melhores pessoas, apenas as melhores coisas. Pessoas únicas da forma com que reflito sobre elas. Gostaria de levá-las, arrancá-las dos trilhos que as seguram, tirá-las de suas vidas exaustivas e monótonas e ter a chance de entrega-lhes algo melhor.

Eu vejo a ordem dos fatos dessa forma. É como receber um presente. E uma ofensa é um presente. E se te entregam um presente e você não o aceita, a quem pertence o presente? É... A quem tentou lhe entregar. Jamais machuque ou apunhale os outros porque eles fizeram algo ruim contigo, apenas fique em silêncio, para que através disso, eles possam perceber que o que eles fizeram, está ecoando.

4 comentários:

Vanessa disse...

nossa, adorey seu blog! plurk é muito útil, olha só!
vc escreve muito bem (:

Pamella D'Moraes disse...

Igor, como sempre vc escreve maravilhosamente bem e eu me sinto APENAS ASSIM ... :-D
Amo, Amo seus textos cada vez mais!!
Realismo eloqüente.
Bjão

Murillo Borges disse...

brigado por me favoritar, em breve farei o mesmo, qd fazer teu banner.

abraço e espero apreciar seus textos logo qd eu tiver tempo.

Sonebald disse...

Vanessa, eu não estou acompanhando mais tanto o Plurk. Foi mais nas férias mesmo :o

Pamella, obrigado pelo apoio, amiga! :D

Murillo, blz :)