terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Luz

No Natal, surge uma luz em cada um de nós que anseia por um abraço, por uma voz que nos diga sim, por alguém que nos ouça, por um vento que nos ajude a caminhar, por uma mão que nos levante se cairmos no caminho. Uma luz que nos une, seja para compartilharmos o pão de cada dia ou para desejarmos bons sentimentos uns aos outros.

E neste dia, em que Jesus nasceu como uma criança pobre mesmo sendo o filho de Deus, viveu humilde até o fim de sua vida, nos deixando a maior prova de amor da sua existência: deu sua vida pelas nossas vidas. Para fazermos a diferença, vivermos e amarmos como ele.

Por isso, no Natal, Jesus nasce novamente em cada um de nós. Para mostrar que dinheiro não compra as pessoas que amamos, para mostrar que os melhores presentes são as presenças dessas pessoas. Para então descobrirmos que não é necessário mostrar a beleza aos cegos, nem dizer a verdade aos surdos, mas nunca mentir para quem nos escuta e nem decepcionar a quem nos ama. E principalmente, porque o melhor presente que podemos ganhar não apenas no Natal, mas em toda nossa vida, é esta luz que surge em cada um de nós, o amor.

4 comentários:

Anônimo disse...

muito diversificado seu blog.
procura encaixar tudo em seguida , faz com que a leitura seja facíl de ser acompanhada.Continue assim e se tornara um grande ser ,nesse mundo de espertos.

非凡 disse...

I'm appreciate your writing skill.Please keep on working hard.^^

Saulo Prado disse...

Seu Blog é muito interessante voltarei mais vezes...

Um Abraço!!!

Maicom disse...

Claro, claro. O maior dos maiores. O amor é sempre inenarrável. Amar, por exemplo, é a beleza que existe em épocas assim. Natal. Amor. Queria poder ter os dois coexistentemente.

Abraço.